terça-feira, 3 de julho de 2018

Alteração na alimentação.

Mushrooms
Fui à nutricionista (porque era oferta do ginásio), já tinha uma alimentação saudável e cuidada mas fiz alguns ajuste. Recentemente o acupuntor também me deu algumas recomendações e fiz mais uns ajustes.

Comecei a beber entre 1,5L a 2L de água por dia. Reduzi o consumo de lacticínios e deixei de consumir leite e queijo. Comecei a treinar em jejum  e a comer ovos cozidos. Reduzi drasticamente os hidratos de carbono e não os como à noite. Já não comia muitos doces, bolachas e açucares mas agora passo semanas sem pensar neles.  Todas as refeições começam com sopa sem batata, abóbora e leguminosas. Vegetais já eram uma companhia mas passaram a ser ainda em mais quantidade. Deixei de comer frutas com muitos açucares e raramente as como sozinhas a um lanche. Passei a comer mais frutos secos.

No inicio, estas pequenas alterações custaram um bocadinho mas sinto-me tão melhor com elas.

segunda-feira, 2 de julho de 2018

43 meses de infertilidade

43 meses de infertilidade são muitos meses, nunca esperei tanto por algo que dependesse só de mim (de nós). Estamos à espera do resultado do ultimo mês com esta medicação. O final do caminho esta cada vez mais perto e pode não vir a ter um final feliz

domingo, 1 de julho de 2018

No ultimo mês

Powder blue | pic by uocolorado on Instagram 

Fiz 10 anos de namoro e 1 ano de casada.
Tive um mais um negativo.
Tive avaliação do ginásio e estou mais perto dos meus objectivos.
Não vamos de férias.
Comecei a fazer acupunctura.
  Tenho muitas saudades dentro de mim.
Tive um almoço muito especial.
Vou ao ginásio cinco vezes por semana.
Tenho comido muito frutos vermelhos.
Ando muito cansada.
Tenho  o sonho de ter uma auto-caravana.
A infertilidade no ultimo mês perturbou-me muito mas já passou.
Não leio um livro à mais de dois meses.
Queria adoptar outro gato.
O meu marido é uma pessoa mesmo especial.
Apadrinhamos uma menina em África. 
As minhas ervas aromáticas morreram.

quinta-feira, 21 de junho de 2018

Acupuntura

dianakuts

Fui aconselhada a fazer acupuntura. 
Quem já fez e que opinião te sobre os benefícios da acupuntura?

quarta-feira, 20 de junho de 2018

No fim, tenho sempre um abraço à minha espera


No fim se tudo der errado, terei sempre um abraço à minha espera em casa ♥

quinta-feira, 7 de junho de 2018

Intruder 

Eu tenho um amor inexplicável pelo meu gato.
Tenho a casa cheia de pelo. Apanho grandes sustos quando ele se esconde nas esquinas da casa. Acorda-me durante a noite. Roí as minhas flores preferidas.  
Não o trocava por nada deste mundo.

terça-feira, 5 de junho de 2018

A infertilidade adiou muita coisa na minha vida.

  

A infertilidade adiou muita coisa na minha vida. A infertilidade roubou-me sonhos. 

Se a infertilidade não me fizesse companhia teria um filho com três anos e outro com um. Se a infertilidade não me fizesse companhia a minha lua de mel tinha sido em São Tome e Príncipe. Se a infertilidade não me fizesse companhia não tinha feito tantas análises, exames e ecografias. Se a infertilidade não me fizesse companhia teria comemorado dez anos de namoro e um de casada em Marrocos. Se a infertilidade não me fizesse companhia os meus pais seriam avós, o meu marido pai e o meu irmão tio.

quinta-feira, 10 de maio de 2018

A cada consulta de infertilidade


A cada consulta de infertilidade o caminho fica mais curto.

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Peregrinos




Só alguém com muita fé, muita esperança ou como forma agradecimento por algo faz o que um peregrino faz.
Nunca consigo não me emocionar quando os vejo na estrada.
Porque um dia também já fiz esse caminho e porque um dia vou voltar a fazer 

segunda-feira, 7 de maio de 2018

Eu queria ser mãe

See this Instagram photo by @masha_theone • 3,912 likes
Eu decidi que queria ser mãe ainda com 27 anos, comecei a tentar com 28. Sonhei muito acordada, tracei planos e cenários na minha cabeça, sonhamos muito a dois. Acertamos nomes, falamos sobre decoração, procuramos ideias para anunciar à família.

Fiz 28, fiz 29, fiz 30, fiz 31. Este ano faço 32 e continuo a quer ser mãe. Continuo a sonhar acordada.

Já não estamos sozinhos nesta caminhada, encontramos a infertilidade e juntou-se um gato. A infertilidade roubou-me algumas lágrimas, provocou-me algumas insónias e adiou-me sonhos. O que tiver que ser, será